Quer impressionar em um jantar? Nada como começar pela decoração de sua mesa. Aprenda a fazer um lindo suplat com aplicação de pedraria.

Além de investir na elegância das flores, você mesma pode fazer o seu jogo de suplat e argolas para guardanapo.

Peguei um modelo de círculo de crochê, em estilo granny, e inseri bordado em pedraria para enriquecer a peça.

O fato do suplat ser um pouco maior do que um prato fundo (uns quatro dedos a mais no diâmetro) traz destaque à peça e ainda dá glamour a qualquer louça sem graça (optei por demonstrar com um prato transparente para não esconder os detalhes da peça e ainda mostrar suas dimensões).

Sem o prato, para que você possa ver melhor a trama.

Agora você pode ver o detalhe do bordado, no qual usei lentilhas e miçangões: utilizei as lentilhas só no acabamento da última carreira do crochê (as coloquei sobre as correntinhas para substituir o biquinho), já os miçangões foram colocados aos pares por dentro da trama do crochê, sempre bordando em uma carreira e saltando a outra. A linha trabalhada já tinha um certo brilho, mas ganhou muito destaque com a pedraria!

Para fazer as argolas, bastou reproduzir um pedaço do gráfico do círculo em granny e replicar o bordado em pedraria. O resultado foi este leque charmoso!

O jogo completo é composto por 6 argolas de guardanapo e 6 suplat, um serviço completo de jantar.

Na execução das peças eu utilizei:

  • 2 cones da linha sintética Fabriela no cor preta nº 18 (teci utilizando 2 fios de maneira conjunta, para deixar a trama mais grossa e fazer com que ela comporte o bordado com miçangões);
  • agulha de crochê de 3,5mm (ficou compatível com a utilização de 2 fios);
  • miçangão na cor preta (não sei quantificar porque comprei o pacote com 500g, mas utilizei mais da metade);
  • lentilhas na cor preta (também não consigo quantificar porque também comprei pacote com 500g, mas não utilizei nem a metade deste);
  • linha de costura preta (para aplicação do bordado);
  • agulha de costura (como estava bordando miçangão utilizei agulha mais grossa, mas se você for aplicar miçanga, vale a pela utilizar a agulha mais fininha assim você perde menos material).

 

Como podem ver, o gráfico é muito simples e autoexplicativo.

Se não quiser fazer algo tão pomposo, é só não aplicar o bordado e dar acabamento com o bico de leques.

URGENTE:

Se você for utilizar a mesma linha para o crochê (Fabriela) ou alguma outra similar que seja sintética (Catharinelli ou Rayza):  ao finalizar sua peça, você terá que queimar o arremate final ou pressioná-lo com metal quente (como a ponta do dente de um garfo, por exemplo), não basta embutir o fio na peça. Como este fio escorrega bastante (tem que ter um pouquinho mais de firmeza na agulha para trabalhar com ele), ele escapa e acaba por desmanchar o seu trabalho. Esta é única forma que eu conheço de arrematar este tipo de linha, se você souber de alguma outra que suporte o processo de lavagem sem desmanchar, me avise! Será um prazer compartilhar esta informação aqui!

TENHA CUIDADO PARA NÃO SE QUEIMAR!

DICA: Para queimar o arremate deste tipo de peça costumo utilizar uma vela que está firme em um castiçal, coloco sobre uma mesa firme (para não ter perigo da vela cair) e onde não haja vento (a chama da vela deve ficar constante, o que evita que queime outras partes do trabalho).

Deu dúvida? Deu medo? Melhor utilizar o bom e velho fio de algodão!  Com este não tem erro!

O que você achou? Eu gostaria muito de saber, então poste um comentário. Seu feedback é muito importante para nós!

O que você está esperando? Pegue suas agulhas e vá se divertir!